Olhei a nuvem, vi um retrato; era bonito!
Mas era estável, não mudava a toda hora…
Olhando bem eu percebi Nossa Senhora,
Que, meigamente, olhava os filhos, do infinito.

Eu lhes garanto, era Ela, estou convicto;
Sua influência me deixou melhor agora,
Não tenho mais só ansiedades, como outrora,
Eu sinto paz e já não mais me ponho aflito.

-Foram seus olhos que criaram essa imagem,
Muitos dirão; -Foi tudo apenas só miragem
Porque os pobres, deserdados, seguem sós!

Mas como a vejo com clareza e nitidez,
Fito a Senhora e lhe peço, ainda uma vez,
Mãe de Jesus, Serva de Deus, rogai por nós!

Anúncios