“Quantas vezes devemos perdoar?”
“Seriam sete as vezes do perdão?”
Chegou  um dia, Pedro a perguntar,
Para Jesus, querendo orientação. 

“Setenta vezes sete, é a solução”,
Ensinou quem sabia flutuar
E um dia fez a multiplicação
De pães e peixes, à beira do mar. 

O Cristo quis dizer que é infinito,
Que o perdão deve ser sempre irrestrito,
E desculpar-se o mais triste episódio. 

Perdoar é limpar-se no interior,
É, de verme, tornar-se superior,
É trocar por amor gestos de ódio.

Anúncios