-Depressa, todos! Vamos preparar a festa!
O meu querido e doce filho está de volta!
-Quero envolvê-lo em muito amor, como uma escolta,
E oferecer-lhe ainda do muito que me resta…

-Ele saiu por experiência e, sem revolta,
Vem novamente, amparado em alguma aresta,
E se esta nossa homenagem se lhe presta
É porque quer remodelar sua vida torta!…

-Meu outro filho, que é também muito dileto,
Não se coloque entre nós, negando afeto,
Só por julgar que esta atitude é imerecida…

-Nunca se esqueça da lição: Nosso Senhor,
Fala do zelo e do saber do Bom Pastor,
Que entre as ovelhas salva sempre a mais perdida!…

Do livro “Luz no Túnel” – 1998

Anúncios