Desde o dia em que alguém teve essa idéia
De fazer clubes para gente idosa,
Muito velho desfruta e agora goza
Nos teatros servindo de platéia,
Tendo outros, até, já feito a estréia,
Como um artista da melhor idade.
Hoje pode voltar à sociedade,
Integrado, porque é cheio de vida,
E a velhice que já estava perdida
Tem agora, outra vez, jovialidade.

Nesses grupos e também nos programas
De teatro, de baile e toda festa,
Cada um vai vivendo o que lhe resta,
Esquecendo das dores e dos dramas;
Muitos deles saíram até das camas,
Onde estavam em desânimo total,
Para agora ir brincar no carnaval
E vestir inclusive fantasia,
Indo às ruas, bem cheios de alegria,
Um desejo que é de qualquer mortal. 

Parabéns aos que ficam no comando
Desses grupos, que dão felicidade
A esses velhos que têm bastante idade;
Muitos deles, já quase se arrastando,
Nunca podem sozinhos, se orientando,
Escolher o lazer que lhes agrada.
Mas com a ajuda, até de madrugada,
Se divertem e gozam de respeito;
Têm agora o lazer que é um direito,
Dos vovôs de cabeça esbranquiçada!

Anúncios