O poeta é um prosador
Que faz frases superpostas…
Nelas, e nisso ele aposta,
Camufla-se um sonhador,
Porque é na senda do amor
Que ele combate a sua guaia,
Procura que tudo saia
Na mais perfeita harmonia,
E assim colore o seu dia
Igual o arrebol na praia!

Decide chamá-las verso,
Só porque uma está em cima
Outra em baixo e, usando a rima,
Quer transformar o universo,
Porque o mundo vive imerso
Em ambulantes senzalas
E ele quer humanizá-las
Fazendo o povo sorrir
Nem que seja num fingir
Com simples fatos de gala!

Escreve frases, poeta!
Fale tudo o que deseja,
E eu espero, assim seja,
Que chegue a atingir a meta.
Não para ser um profeta,
Mas dizer coisas singelas
Porque as frases que são belas
São simples, despretensiosas,
Como as flores perfumosas
Que ornavam velhas donzelas!…

Quando visitou a terra,
Disse-nos Jesus: amai-vos;
Não se detenham nos laivos
Que a todo momento emperram
O grito que o céu nos berra
Para alertar os mortais,
Dizendo-nos amem mais…
Cabe a vocês, oh, poetas,
Mesmo os de rimas discretas,
Ser construtores da paz!…

Anúncios