Joguei a tristeza fora,
fiz a saudade esperar;
Sente-se, não vá embora,
há muito que conversar!

Mas só me lembre da infância,
dos bons tempos de menino
quando eu sentia a fragrância
de um perfumado destino.

Saudade você registra
momentos de solidão,
de tanta coisa sinistra
que mora no coração.

Anota, às vezes, porém,
e nisso eu lhe sou tão grato,
momentos que estou no além
onde eu me sinto sensato.

Para que serve a saudade
se já não posso viver
as belezas do passado
e isso me fará sofrer?

Não quero sentir tristezas
nem penar um só momento,
quero curtir as belezas
viajando no pensamento.

Adeus, querida saudade,
que Deus a guarde encerrada
no cofre onde está a verdade
ou no que não vale nada.

Não mais desejo lembrar
do que fui ou eu quis ser,
eu quero apenas cantar,
fazer meus versos, viver!

Anúncios