Eu tento não ficar triste,
Porque tristeza é besteira!
Quando a gente fica triste
Sofre mais a vida inteira,
Porque não nos dominamos,
Nosso humor não controlamos,
E tudo nos dá canseira!…

Viver é uma coisa rara,
Um negócio muito sério
Que precisa de equilíbrio
E de bastante critério
Para não desesperarmos
E, agindo assim, apressarmos
A ida pra o cemitério.

Mas vou brincar de viver
Pelas vielas da vida
Nas sendas que são mais curtas
Ou nas estradas compridas
Pensando nos sonhos meus
Agradecendo ao Bom Deus
Pelos embates da lida.

Vou deixar de me afobar
Ou ver em tudo um dilema
Vendo sempre o lado errado,
Vou mudar o estratagema,
Viver anos, mais ou menos,
Mas que sejam muito amenos,
Com muito menos problemas.

Se houvesse algum outro jeito
De ser feliz neste mundo,
Eu juro que não seria
Um cara assim iracundo…
Cada dia em meu destino
Seria um novo natalino
De um ser bonito e fecundo.

Todavia é o que se tem
Diante de tanta maldade
Uns tem muito outros tão pouco
Em dura desigualdade,
Por isso vou carregando
Meu fardo, que vou levando
Com toda a dignidade!

Anúncios