A poluição é inerente ao homem;
Viver é poluir; não há saída…
Por isso é que os entraves desta vida,
Dia-a-dia, o ser eles consomem.

Nos dejetos, no ar, no pesticida
Que se põe quase em tudo o que se come,
Nos remédios que exigem que se tome,
Para as curas ou mesmo em vermicidas,

Há resíduos de tóxicos plasmados,
Que ficam em cada ser incorporados,
Conduzindo-o ao leito do caixão!…

Parabéns a quem é um ecologista,
Mas é tarde, e por mais que hoje se insista,
Só Deus pode nos dar  a solução!…

Anúncios