Sofrendo as dores que o prendiam àquela cruz,
Porém sereno e sem perder no olhar o brilho,
Disse Ele: “Filho, eis tua mãe; mãe, eis teu filho.”
E ali o parto realizou-se em meio à luz…

Rememorando a cena, então, me maravilho
Embevecido com a atitude de Jesus,
O meigo Mestre que inda hoje nos seduz,
Pois sua palavra sempre soa como estribilho.

Ao entregar o jovem João à mãe Maria,
Quis suavizar a grande dor que ela sentia,
Oferecendo, em seu lugar, novo rebento…

A história guarda o nobre gesto de adoção,
Da mãe do Cristo que se fez a mãe do João,
Porque o amor venceu a dor nesse momento!…

Anúncios