Nascemos sem dentes e sem ter cabelos
E a vida, imprudente, nos deixa sem tê-los
Na hora do fim, quando tudo é desvelo.

Nascemos chorando e chorando vivemos
Até que, num dia, chorando morremos,
Porque a nossa mãe, só chorar nós fizemos…

Amarrado à mãe, nasce o filho e também
Atada ao seu filho, assim morre mãe,
Levando saudades, voando no além…

Ser mãe é ter luz em sua aura de brilho
É ser da canção o mais belo estribilho!…
É só sacrifício… da mãe pelo filho!

Anúncios