Outro inverno chegou… Frio demais!…
Quando raiou mais uma madrugada,
Vi árvores de ramas congeladas,
Lembrando candelabros de cristais.

Queimou todas as plantas a geada,
Matando no seu povo a ansiada paz;
O gelo vil cobriu os cafezais,
Deixando toda a gleba estorricada.

Apesar de ser lindo o panorama,
Porque adorna de prata cada rama,
A tristeza espalhou-se nesses dias.

Destruiu-se a lavoura cobiçada,
E a colheita, que há muito era esperada,
Disse adeus entre dores e agonias!…

Anúncios