You are currently browsing the daily archive for terça-feira, 16 junho, 2009.

Quando eu morrer, entreguem meu bagaço
Para quem vive nesta encarnação;
Porque eu mesmo voarei no espaço,
Sem nem olhar meus restos cá no chão.

Quero alçar vôo pela imensidão
E me abrigar em Deus, no Seu regaço;
Não quero mais lembrar de algum fracasso,
Se houve penúria ou mesmo frustração.

Vencida a etapa eu agora quero,
Ter a ventura, o que alegre espero,
De ser feliz como nunca havia sido;

Deixar a carne, que é uma dura cela,
Vencer tormentas e mesmo procelas,
Ser vencedor, não mais ser um vencido!

A imagem acima é um risco para pintura em óleo sobre tela, de Leonardo da Vinci.
Boletim Informativo "Tribuna Literária"
junho 2009
S T Q Q S S D
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Leituras

  • 60.874 poetas

Entre com seu email para assinar este blog e receber notificações de novos artigos postados.

Junte-se a 31 outros seguidores