You are currently browsing the daily archive for terça-feira, 20 outubro, 2009.

mente

São como as ondas o meu pensamento:
Recuam, depois voltam e outra vez vão,
Perdido nesse mar que é a multidão,
Num vaivém de incessante movimento.

Muitas vezes deixando-me tediento
Dão-me a interminável sensação
De que a cabeça guarda algum vulcão,
Pronto para explodir nalgum momento!…

A mente é como câmera que grava
Tudo o que nesta vida sempre entrava
E dificulta o nosso bem estar…

Ela lembra o que quer, e muito mais,
Locupleta-se de tensões banais
Que causam estresse e ajudam a nos matar.

  desenho-coracao-tribal 

 

 

 
Saberia explicar-me que mistério
Põe nosso coração a trabalhar,
Do nascimento até o climatério,
Quando a vida já está por terminar?…

O sangue é impulsionado e, ao jorrar,
Impede que aconteça um revertério,
Pois nesse bate e bate, sem parar,
Conduz a nossa vida com critério.

É verdade que há infartos, AVCs,
Mas desejo informar todos vocês,
Que quem se cuida desde a adolescência,

Quem caminha,  tem bom temperamento,
É sereno e controla o seu sustento,
Jamais será refém de uma violência!…

Qual fole de sanfona que abre e fecha,
Você diz que me ama, a toda hora,
Porém depois, num átimo, me deixa,
Sem um adeus, dá as costas, vai-se embora…

Quando juntos, você nunca se queixa
E diz que hoje é feliz como era outrora,
Porém vejo em você um amor de gueixa,                          gueixa.bmp
Fingimento do corpo, só por fora!…

Um carinho, somente, algum afago,
Que é retribuído, com agrado,
Pela sedosidade dessas palmas

De alguém que é uma artista para o ato,
Mas em quem  haverá jamais, de fato,
O amor puro que explode entre duas almas!

A imagem acima é um risco para pintura em óleo sobre tela, de Leonardo da Vinci.
Boletim Informativo "Tribuna Literária"
outubro 2009
S T Q Q S S D
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Leituras

  • 60.478 poetas

Entre com seu email para assinar este blog e receber notificações de novos artigos postados.

Junte-se a 31 outros seguidores