De vez em quando volta-me à retina    sonho.bmp
Imagens que inda guardo em pensamento
E afloram, sem aviso, num momento
Completamente fora da rotina!…

E me vejo, bem claro, em movimento,
Por vezes, sob o manto da neblina,
Outras vezes num sol que descortina,
Enquanto vou, no sonho, em passo lento.

As cidades, eu sei, não são daqui;
Pois, nesta vida, nelas não vivi…
Quem sabe são de um tempo já arquivado,

Que agora, de repente, vem à tona
E eu, ao dormitar, nesta poltrona
Revejo, de outras vidas, meu passado…

Anúncios