You are currently browsing the daily archive for sexta-feira, 30 outubro, 2009.

Cada vez que algum vate do passado                 Poeta
Sente-se recordado por alguém,
Onde esteja, em qualquer lugar do além,
Vibrará por ter sido relembrado…

Não é justo mantê-lo sepultado,
É preciso lembrá-lo, pois convém
Aprendermos com quem se foi, também,
Deixando um cabedal abalizado!

Cada um que viveu, no seu estilo,
Legou-nos belo acervo, tudo aquilo
Que brotava de sua alma de esteta,

Para lermos, agora embevecidos,
Seus versos, tal qual flores, recolhidos
De uma alma que vibra!… De um poeta!…

A imagem acima é um risco para pintura em óleo sobre tela, de Leonardo da Vinci.
Boletim Informativo "Tribuna Literária"
outubro 2009
S T Q Q S S D
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Leituras

  • 60.874 poetas

Entre com seu email para assinar este blog e receber notificações de novos artigos postados.

Junte-se a 31 outros seguidores