Cheio de planos, todo entusiasmado,
Via os negócios prosperarem tanto,
Nem se deu conta que, cheio de encantos,
O seu destino estava já traçado.

Este seu tempo havia terminado;
Seria poupado de ter novos prantos,
Deus lhe daria agora os acalantos
E algo melhor lhe estava reservado!…

Porque será que foi ver o andamento
Da nova obra e ter envolvimento
Com o perigo, todo distraído?…

Não foi fatalidade, foi a lei
Que chama todo homem desta grei
Quando o tempo que é seu já foi vivido!…

Que Deus abençoe o estimado empresário, que veio do interior de São Paulo para deixar um marco na gastronomia paraibana. Vai deixar saudade! À família, desejamos que tenha forças para compreender e prosseguir…

 

Anúncios