Há quem julgue que eu venci na vida,
Pois nasci em um lar só de operários,
Tão anônimo como um protozoário,
Sem ter do meu país qualquer guarida!

Dizem que a minha luta desmedida
Foi também um exemplo dos calvários
Que vivem os meus correligionários
Quando tentam ganhar esta partida.

Dizem que eu venci porque o dinheiro,
Para os homens, sempre é o que vem primeiro,
Independente de ter ele sido

Alguém que cultivou a honestidade;
Mas quem não vive dentro da verdade,
Não é um vencedor: é um vencido!…

Anúncios