Quem segura esta lua pendurada,
Além da terra, o sol e os outros mundos,
Com suas matas e mares tão profundos
E geleira nos montes agarrada?…

Quem controla toda essa caminhada?
De onde o movimento é oriundo,
Por todo este universo tão fecundo,
De noite, de manhã, de madrugada?…

Quem faz esse clarão ficar aceso,
Quem faz manter-se no ar todo esse peso
Dessa lua suspensa por um fio?

Quem a faz ficar perto ou mais distante,
Vagando assim como um judeu errante,
Espalhando beleza e arrepio?!…

Anúncios