Num treze de novembro, logo cedo,
Desembarcava eu aqui de novo,
Para ser um a mais em meio ao povo
Que trava grande luta, sem ter medo…

Eu sabia que não teria sossego,
Comeria somente arroz e ovo,
Mas se eu vinha até aqui de sangue novo,
Pela vida teria um grande apego!…

Eu estava feliz por ter chegado
E por Deus eu ter sido contemplado
Para ir dissipando todo o véu

Que acoberta esta nossa ignorância,
Pois somente através de nova infância
Construímos caminhos para o Céu!… 

Anúncios