Não nasci nem vivi em Itapetim,
Nem sou um grande poeta ou repentista;
Sou filho de São Paulo e a Bela Vista
Foi a porta de entrada quando eu vim.

É o Bexiga, bem junto da Paulista,
O espigão de onde se avista sem fim
Todo entorno do bairro, que é um jardim,
Com as cantinas, teatros e sambistas.

Na verdade, eu faço alguns sonetos,
Rimo certo nas quadras e tercetos,
Mas nada de expressão, porque, enfim,

É poesia de cunho paulistano,
Que exprime apenas nosso cotidiano,
Sem o charme da grande Itapetim! 

Itaperim, a terra da poesia, no norte de Pernambuco na divisa com a Paraíba, próxima a Monteiro, a terra do grande poeta Jansen Filho.

Anúncios