Eu sou o cruzamento da genética                                           
De uma lavadeira com pedreiro;
Conservo em mim seus traços por inteiro,
Declaro nesta rima e nesta métrica!…

Não falo do exterior que mostra a estética
Refiro-me ao caráter que é o pioneiro
Porque é secundário o financeiro
Segundo a lei de Marx, da dialética…

Sou filho do valor, da valentia,
O que eu testemunhava todo dia,
Ao ver a luta insana de meus pais…

Hoje carrego em mim a gratidão,
Porque em cada conquista, em cada grão,
Sempre houve muita luta, amor e paz!…

Anúncios