Galguei o píncaro de meus oitenta anos,
Arrojando-me em árduas escaladas,
Mas os percalços de íngremes caminhadas
Não frustraram os rumos de meus planos.

Intempéries, tropeços, desenganos,
E as ciladas das curvas das estradas
Deixaram-me corpo e alma extenuados,
Mas sem seqüelas de indeléveis danos.

Na fé fortaleci minha esperança
De que, com labor e perseverança,
Lograria alcançar meus ideais.

Na amada família e na medicina,
Realizei-me na ditosa sina
De meus pendores vocacionais

Poeta médico Dr. Sebastião Aires de Queiroz
Parabéns e obrigado pela sua amizade.

Anúncios