Ao te beijar não quero roubar-te o sorriso,
Nem sorver todo o ar que se abriga em teu ser…
Ao te abraçar não quero embaralhar teu juízo,
Mas ser como um colar, precioso, a te envolver!…

Ao apertar tua mão só quero ver teu riso
E que o tremor que sintas seja por prazer,
Instantes especiais, pois teu cabelo liso
Emoldura tua face e a faz mais florescer…

Unidos nossos corpos,  no calor da troca,
Fazem com que te aqueças, pois nada te choca
Nesta harmonia sutil, neste entrelaçamento!…

Não olhe para as horas, nem se o dia esvai,
Se a noite, de improviso, à nossa frente cai,
Pois hoje a eternidade fez parar o tempo!…

Anúncios