You are currently browsing the monthly archive for abril 2011.

Eu não sou formado em nada,
Mas sou informado em tudo.
Não sou da turma letrada,
Mas que só tem o estudo.
Eu tenho toda a experiência
Que a minha vida me deu;
E o saber de uma vivência
Transforma em cristão o ateu…

Formação e informação
São coisas bem diferentes;
Uma tem  diplomação
Outra se aprende com as gentes,
Que seguem nos mesmos itens
Parceiras da nossa lida
E que no fim nos transmitem
Conhecimentos da vida.

Uns são bastante instruídos,
Mas não tem educação;
Outros, por serem vividos,
Respeitam mais seu irmão,
Vivendo dramas comuns
Como vemos pela estrada,
Problemas de qualquer um
Nesta longa caminhada.

Aquele que vai a escola
E é um privilegiado,
Nunca pense em não dar bola
Para o marginalizado.
Faça do estudo uma lança
Para brigar com a miséria,
Proteja sempre a criança,
Pois pobreza é coisa séria…

Enquanto você se forma
Procure estar informado
Seguindo nas leis a norma
De respeito ao desgraçado,
Porque se for bem feliz
Não pense que vai sozinho
Gerar a nova matriz
De amor, respeito e carinho.

Enquanto houver nesta vida
Alguém que verte seu pranto
Essa dor é dividida
E espalha por todo canto;
Só quando o choro acabar
E não houver sofrimento
É que o céu vai serenar,
Na glória do firmamento.

Anúncios

No caleidoscópio das idéias, vejo prismas decompondo-se em largos pensamentos, embriões de novas descobertas. Não são pensamentos já pensados, mas revelações que o mundo ainda não conhece porque não fazem parte das idéias do cotidiano…São raros, como são raros os que os percebem; mas existem!

Segredos que o ar abriga, o silêncio guarda escondido e a ignorância não percebe; são pensamentos que moram no íntimo da eternidade, só revelados aos eleitos que assim se qualificam por romper com o elementar e buscar a transcendência das revelações.

São o sui generis do ser que ainda não é, mas alimenta a esperança de sair do chão e descolar-se do ínfimo para voar na direção do ideal.

É preciso ter virgem o segredo de viver e preservar a castidade da vaidade, manter impotente o egoísmo e insistir na frigidez do orgulho e da pretensão.

Pense sem ver o fim da massa cerebral, porque ela é interminável, e alimente-se do equilíbrio. A massa é o veículo, mas as idéias moram na alma, não nela… Ela apenas as revela. Moram na alma do ser e na alma do mundo; na alma da terra e na alma do céu. Descubra-as! Elas são o segredo da libertação e da felicidade, que o homem busca, mas ainda não sabe o que é.

Nunca pense somente o que o mundo já pensou, porque se assim fizer você caminhará em círculos, voltando sempre ao ponto de partida. Pense coisas novas, tente, ouse e jamais ficará arrependido. Por não fazer isso é que os homens erram, os governos empacam e as famílias deterioram. Os conceitos humanos comuns já não servem para este mundo, porque ele caminha e não espera pelos acomodados. A mesmice do modismo, dos valores, do preconceito, dos assuntos triviais que nos conferem status que aparentemente nos destacam, estão ultrapassados e mortos. Há coisas novas pairando à nossa volta e é preciso ter acesso a elas, rompendo as amarras da cadeia que nos grudam à mediocridade.

Escreva um texto que não seja o óbvio; faça um poema que não seja soneto; rime nada com tudo e verá como soará bonito; pare de ver novelas e escreva sobre a sua própria vida, porque as que ai estão são medíocres e sempre iguais. Talvez a sua história seja mais bonita e você nem percebeu.

Não tenha medo; o mundo é dos corajosos! Vai; segue; boa sorte!

Publicado no Jornal Correio da Paraíba em 30/04/2011 

           

 Se você perguntar a algum menino
O que deseja ser quando crescer,
-Jogador certamente irá dizer;
Não pensa em ter nenhum outro destino.

As meninas, mostrando desatino,
– Modelo e manequim vão responder.
Para que toda a gente possa ver
A sua exibição num meio fino!

Ninguém planeja ser um bom doutor
Das ciências ou mesmo um professor
Se depois vai ganhar salário vil…

Por isso é que hoje falta mão de obra,
Enquanto jogadores há de sobra
E abundam mentes vãs pelo Brasil.

O prefeito, exibindo prepotência,
Contrata e então demite servidores
Sem nem se incomodar se esses senhores
Têm outro meio de sobrevivência.

Depois, pelos jornais, põe em evidência
As obras que entregou, entre louvores
Como se nos fizesse mil favores
O que é, na verdade uma incoerência.

Fala das casas que “ele construiu”
Nos discursos que às massas proferiu,
Para satisfação do próprio ego!

Não espere que acreditemos nisso
Pois nós é que pagamos o serviço,
E  hoje o eleitor não é mais cego!

 

Se não é devia ser, porque a grana que entra no bolso desses moleques que jogam no futebol brasileiro, como vedetes, é muito grande.

Quando é que os clubes vão punir os palhaços, mascarados, que quando fazem um gol – mesmo de pênalti –  ficam rebolando como homens duvidosos ou tiram a camisa onde está escrito um monte de superficialidades sendo punidos com cartão amarelo ou vermelho, dependendo da situação e se já não estavam amarelados?

Resultado: são suspensos, ficam sem jogar, mas ninguém põe a mão no seu dinheirinho imaculado. Lembro-me que nos velhos tempos, quando um jogador do São Paulo F.C. era expulso, o time o punia antes mesmo de ser julgado pela Tribunal. Afinal, o clube é sempre o maior prejudicado. Depois, quando perdem, mandam o técnico embora.

Quando é que vão impor penas sérias para esses gorilas que vivem dando cotovelada no adversário, até sangrá-lo? Quando vão exigir que jogador saiba que falta é só para evitar um mal maior – o gol – e não deve ser praticada no meio do campo, irresponsavelmente. Só criando o cartão azul para qualquer falta e deixando o jogador cinco minutos fora a cada três faltas praticadas é que o problema pode ser resolvido.

Ou os clubes dão o exemplo ou essa droga chamada craque, vai ficar cada vez mais metido. Como o Sr. Adriano que ao ser entrevistado por Patrícia Poeta respondeu que ia tentar, quando indagado se agora deixaria de ir para as baladas prejudicando seu desempenho em campo.

São uns moleques que deveriam espelhar-se em Pelé, Zico, Ademir da Guia e tantos outros que hoje merecem estátuas e honrarias nos seus clubes.

Enquanto não forem enquadrados ou depois de banidos do futebol europeu por indisciplina ou tempo vencido – Ronaldos, Robertos, etc – ainda encontram um clube que lhe paga fortunas, apenas para vender camisas, porque o futebol já era, o mal será cada vez maior.

… de natureza privada!

 

– Ei, você.
– Fala meu.
– É uma pesquisa. O que você acha da presidenta? Ótima, Boa, Regular ou Péssima?
– Se ela é boa não sei, mas ela é manera.
– Como manera?
– Ela é legal, coroa enxuta, tipo society, meu!
– Qual é a sua profissão?
– Pra quê, meu?
– Pra ilustrar a pesquisa…
– Você é professor?
– Olha pra mim, mano, e vê se tenho cara de masoquista…
– Policial, Defensor Público, Aposentado, Médico do Sus?
– Neca. Nada disso…
– Boy?
– Mais ou menos. Vamu dizê, vida mansa.
– Quem é melhor, ela ou o Lula?
– Ela, de cara lisa, enxutona. O cara tem barba de Papai Noel sem emprego.
– Valeu.
– E você ai, meu. Que acha da presidenta?
– Supermanera; legalzona.
– Aprovada?
– Com louvor, meu!

 

Resumo da pesquisa dada em todas as emissoras e jornais do país:
Ouvidas 2000 pessoas (entre os 200 milhões que moram nesse país maravilha), em 140 municípios, 2,50% dos 5565 que existe neste País do Futuro. Gente pacas. Afinal 2000 á 0,001% do povão.
Como ta faltando notícia e o povo acredita em tudo, acreditou até que o Lula teve 87% de aprovação – Bah! – e vai acreditar que presidenta tem 70%. Bota na Globo, na Record, na Band, no SBT, na Rede TV, na Cultura, no Estadão. Já pensou, notícia de graça pra encher linguiça – e papel e horário.
Aproveita que o povo ta dormindo e deslumbrado com as cestas, as ajudas, os pro isso e pro aquilo. Quando ele acordar amanhã e não tiver ônibus nem metrô pra trabalhar, nem hospital ou pronto socorro pra emergência, nem policiamento, porque tá tudo de greve,  e tiver que viajar em estrada esburacada e pagar gasolina mais cara  e receber a merreca da aposentadoria, não vai aprovar mais nada. Nem 10%.
E viva o Curintia. E viva o Framengo. Salve Ronaldinho e o Adriano, os reis e imperadores da terra tupiniquim. Isso é o que interessa. O resto, ora essa!

 

 

A imagem acima é um risco para pintura em óleo sobre tela, de Leonardo da Vinci.
Boletim Informativo "Tribuna Literária"
abril 2011
S T Q Q S S D
« mar   maio »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Leituras

  • 54,802 poetas

Entre com seu email para assinar este blog e receber notificações de novos artigos postados.

Junte-se a 27 outros seguidores