Nada o peixe no aquário – uma clausura -,
Feliz como num oceano, imerso!…
Aquela pouca d’água é um universo,
Que alegra a tal gelada criatura.

A escama que lhe serve de armadura
Inspira-me a dizer, num simples verso,
Que a nossa humanidade é o reverso:
Tem amplidão, porém não tem candura.

A liberdade é algo do interior
E aquele que se sente superior
Sempre é livre, apesar de aprisionado.

O que nos deixa presos é a consciência,
Que nos mantém reclusos à inclemência,
Mesmo soltos no espaço ilimitado! 

Anúncios