Jamais  te julgues autossuficiente;
Precisarás do outro o tempo inteiro,
Seja ele um doutor, um faxineiro,
Ou alguém que possa consertar teu dente…

O remédio, se acaso estás doente,
Foi feito por alguém que, por dinheiro,
Fez o mesmo que faz o cozinheiro,
Que ajuda a tua carcaça a ir em frente!

E até mesmo depois de aposentado,
Quando fores do lar, já despejado
Para morar na campa em pleno chão,

Precisarás ainda muito amigo,
Ao menos seis, que te levem ao jazigo,
Cada um numa alça do caixão!…

 

 

 

 

 

Anúncios