– Esta fora de moda o romantismo!
Afirma toda a nossa juventude,
E aquilo que levava à angelitude,
Virou apenas sentimentalismo!…

– Isso é do tempo do primitivismo!
Um comentário da decrepitude
Porque o mundo tornou-se falso e rude,
Onde há a prevalência do cinismo…

Já não se faz bater um coração
Acarinhando a mão numa outra mão,
Guardando inconfessáveis mil desejos…

Hoje – de pronto – mal se conhecendo,
Já vão a fundo, ambos, se envolvendo,
Sob os lençóis, na embriaguez dos beijos!

Anúncios