Prefiro ver o Palmeiras
Na segunda divisão,
Mas sendo competitivo,
Como um grande campeão,
Ao vê-lo destrambelhado,
Fraco, podre e humilhado,
Como no brasileirão.

De que vale nós estarmos
Na Taça Libertadores,
Se nem para o Brasileiro
Nós temos bons jogadores!
Não vivamos de ilusão,
Pois essa competição
Foi feita pra vencedores!

Eu adoro o meu Palestra
Com paixão e muito ardor,
Pois desde 42
É que sou seu torcedor,
Mas confesso estou cansado
E até decepcionado,
Ferido no meu amor.

Onde está sua tradição
De vencedor imponente,
Se agora tem um plantel
Que é, na verdade, impotente?
Campeão do século XX,
Neste século seguinte
Apanha mais que indigente.

Ninguém culpe o Luiz Felipe
Porque é grande treinador
Só que ele está limitado,
Porque sem ter jogador
Não há milagre que faça,
Nem mesmo com muita raça,
Um time ser vencedor.

Sugiro que os torcedores,
Se unam num manifesto
Deixem de ir ao estádio
Em um voto de protesto,
Até que seus diretores
Contratem bons jogadores
Neste momento indigesto.

Finalizando o poema
Eu faço uma confissão:
É triste ver o Alviverde
Vivendo esta situação.
O torcedor não merece,
Contemplar o que acontece
Com o querido Verdão!

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios