Preciso dizer-lhe, Amigo especial,
Que neste Natal Ele vai visitá-lo!
E quando escutar Jesus Cristo bater,
Vá logo atender e depois abraçá-Lo!

A doce visita já está programada,
E a figura amada deseja hospedar-se,
No seu coração, nesta noite de paz,
Mas nada fugaz, será como a catarse…

O Cristo só vai onde existe um eleito,
Que, mesmo imperfeito, quer ser bom cristão,
Pois ricos malvados que espalham miséria,
Ficam na matéria entre a podridão!…

O mundo agoniado espera o Natal,
Mas, erro fatal, sempre esquece o menino
Que tanto sofreu por amor ao seu povo
E agora, de novo, regressa Divino,

No pobre que passa e bate-lhe à porta;
Se você o conforta e serve de regaço,
Imita Jesus nesse amor que Ele tem,
Pois você, também, pode dar-lhe um abraço…

Quem sabe a verdade, há de ver que o sustento
Está no alimento que deixa a alma em pé
E mesmo que em ceia reúna a família
Ensina sua filha e seu filho a ter fé!

Não decepcione esse Mestre querido
Que sempre tem sido um roteiro seguro;
Por seu Evangelho nos dá orientação
Para ser cristão e feliz no futuro…

Deseja livrá-lo das dores do mundo,
Porque num segundo Ele esparge o amor,
E quando sentar-se com o Amigo à sua mesa,
Haurirá a clareza da luz do Senhor!

Anúncios