Soneto de Manoel Bastos Tigre, poeta, escritor, bibliotecário, nascido em 12 de março de 1882,na cidade do Recife – PE e falecido em 2 de agosto de 1957, no Rio de Janeiro.
O dia 12 de março, por decreto federal, passou a ser o dia do bibliotecário, em sua homenagem.

Entra pela velhice com cuidado,
Pé ante pé, sem provocar rumores
Que despertem lembranças do passado,
Sonhos de glórias, ilusões de amores.

Do que tiveres no pomar plantado,
Apanha os frutos e recolhe as flores;
Mas lavra, ainda, e planta o teu eirado,
Que outros virão colher quando te fores.

Não te seja a velhice enfermidade.
Alimenta no espírito a saúde,
Luta contra as tibiezas da vontade.

Que a neve caia, o teu ardor não mude,
Mantém-te jovem, pouco importa a idade;
Tem cada idade a sua juventude.

Anúncios