Não vejo graça em pensar
O que os outros já pensaram
Nem vejo graça em falar
O que os outros já falaram
Senão iremos chegar
Só onde os outros chegaram…

Vamos ser originais
E então pensar diferente
Poderá não ser melhor
Do que pensou toda gente
Mas será o nosso pensar,
Pois saiu da nossa  mente…

Tanto os loucos como os gênios
São sempre os inovadores
Não se entende o que eles dizem,
Porém são conhecedores
De conceitos diferentes,
Prestem atenção, meus senhores.

Se você vai só, na rua,
Não chuta a lata de lixo,
Nunca toca a campainha
Nem atira pedra em bicho,
Porém se estiver em turma,
Faz bagunça por capricho.

A unanimidade é burra,
Já diz antigo ditado,
Por isso é que é perigoso,
Um povo que é comandado,
Por um ditador fanático,
Metido e complexado!

Democracia é importante
Embora o povo extrapole
Seus limites para usá-la
E só defenda sua prole,
Mas ganha da ditadura
Que não é um regime mole.

É vaquinha de presépio
O que diz amém a tudo
É Maria vai com as outras,
Pois concorda, sobretudo,
Até com o que ignora,
Bem melhor se fosse mudo…

Vamos ter nossas ideias
E expô-las publicamente,
Para que as pessoas pensem
Se elas valem realmente;
E se valer, contribuam
No cotidiano da gente.

 

 

Anúncios