Já deu à sua mulher, hoje, uma flor?
Ou vai guarda-la para o cemitério,
Insistindo em agir sem ter critério
E deixando extinguir-se o seu amor?…

Nunca deixe esfriar esse calor,
Que a vida traz envolto num mistério;
Sirva-se dele  antes do climatério,
E não terá no fim triste amargor!

Ofereça à sua amada uma atenção,
Tratando de tocar-lhe o coração,
Com uma simples flor ou uma corbelha…

Depois que ela na campa for morar,
O perfume não vai mais aspirar;
E a flor só servirá para as abelhas!

Anúncios