VELHICE E VIVACIDADE

AO VARÃO CAÚMO

Quando o idoso é brilhante e inteligente,
Tem cultura com vasta erudição,
Suas nobres funções de cognição
Pouco se desvanecem em sua mente.

Em Octávio Caúmo a gente sente
Por sua literária produção
Que ele escreve buscando a perfeição
No empenho de um trabalho permanente.

Ostenta ele, com o fluir da idade,
Poesia de eximia qualidade
Com as quais mais desvela seus talentos.

No corpo e na alma tem vitalidade
E no âmbito da convivialidade
Dá vazão aos seus nobres sentimentos.

Sebastião Aires de Queiroz

Anúncios