You are currently browsing the daily archive for sábado, 31 agosto, 2013.

Poema de Vana Caumo – agosto de 2013

Você quer ir viajar,
Mas não sabe aonde vai?
Se quiser ir ao Japão
Diz que sim, responda hai

Quer sair fim de semana?
Aos domingos, ninguém saí,
Quer conhecer uma igreja
Tem que dizer kyoukai

Resolveu sair pro almoço,
Mas não tem pirarucu?
Já que quer ir almoçar,
Diga então chuushoku

Sua mãe foi com você;
Mãe fala-se okaasan.
Se também levou o pai,
Em japonês é otoosan.

Se ficou bem no Japão,
Mas não quer ficar mais lá.
O jeito é dizer adeus:
Diga então sayonará.

Cada vez que aqui regresso,
Porque me mandam ou peço,
Numa nova encarnação,
Sempre encontro gente amiga,
Que me aceita na barriga,
Mas também no coração!

Quantas mães já me abraçaram,
Quantos pais me abençoaram
E se sentiram felizes,
Por me dar o seu abrigo,
Tratando-me como amigo
E indicando as diretrizes.

Este é um moto contínuo,
Entoado igual a um hino
Com flautas de sutileza.
Nesse vaivém entendemos,
Porque após nascer morremos
Pelas leis da natureza.

Seja filho, seja pai,
Desta vida o homem sai
Levando o que realizou…
Eu sou grato a cada alguém
Que me fez homem de bem
E em mim muito amor plantou…

E como a cobra que deixa
A pele velha e, sem queixa,
Cresce sempre um pouco mais,
Assim também nós humanos
Vencemos os desenganos
Para encontrarmos a paz.

A imagem acima é um risco para pintura em óleo sobre tela, de Leonardo da Vinci.
Boletim Informativo "Tribuna Literária"
agosto 2013
S T Q Q S S D
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Leituras

  • 60.874 poetas

Entre com seu email para assinar este blog e receber notificações de novos artigos postados.

Junte-se a 31 outros seguidores