Quando estamos solitários,
Percebemos de verdade
Quem só cita frases feitas
E quem é, na realidade,
Exemplo de bom amigo
Nesta falsa humanidade…

Quase sempre quem nos busca
Tem uma ideia escondida;
Pensa só em algum retorno
Para se dar bem na vida
E caso não seja isso,
É coisa bem parecida!

No ano próximo completo
Oitenta anos de idade;
Para quem pensa que é pouco
Garanto que, na verdade,
Eu preferiria mil vezes,
Ter durado só a metade.

Não veria tanta injustiça,
Carradas de ingratidão,
Muita desonestidade
Por roubo e corrupção,
Além de ver falsidade
Espalhada em profusão.

Por isso, dispenso o engodo
Ou o sorriso fingido;
Não pensem que eu acredito
Isso já me é conhecido,
Pois sei que morro sozinho,
Do jeito que vim nascido!

Mas como Deus decidiu
Que eu ficasse por aqui,
Não vou desistir à-toa
Nem fazer haraquiri,
Vou levar a cruz com classe
Descascando o abacaxi!

 

Anúncios