Há uma lei bem mais justa que a do homem
E que tem, por sua vez, mais eficiência,
Baseada no amor e na clemência,
Contra as dores que a todos nos consomem!

Não comemos dos pratos que outros comem
Porque o mundo não cuida da coerência,
Embora nossa pouca inteligência
Não permita que espertos nos embromem.

Eles podem enganar-nos por um pouco,
Mas logo acabarão ficando loucos,
Corroídos nas dores da consciência…

Ante Deus, a Suprema Lei Maior,
Serão todos menores que o menor,
Condenados por sua irreverência!

Anúncios