OCTÁVIO CAÚMO – 80º ANIVERSÁRIO 

Amigo Octávio é grande a gratidão
Que tenho pelo mestre que me guia,
Tanto na vida quanto na poesia,
Pois de poeta, só tenho a pretensão.

Aqui chegaste vindo doutras terras,
Enriquecendo este nosso torrão,
Com tua cultura e grande coração,
E esta beleza que no espirito encerras.

Nos, teus amigos, hoje te auguramos,
Mais primaveras com paz e alegrias.
Bênçãos divinas cubram os teus dias,
E o coro angélico, nos já contratamos.

A tua vida é um exemplo vivo
De fé em Deus e de trabalho honesto.
És um grande homem, apesar de modesto,
E hoje, aos oitenta, um jovem redivivo.

(Dornélio B. Meira)

João Pessoa, PB, 13/11/2014.

 

A Octávio Caúmo – Octogenário

 

Octávio alcançou seus oitenta anos,
Elaborando e executando planos
De viver, sem jamais se aposentar;
De ser, de sua fé, missionário,
Um pregador que segue o ideário
De a palavra de Deus anunciar.

Proclamará, a todos, a verdade
De que  amar é exercer a caridade,
Fazendo o  bem, sem discriminação.
Que a verdadeira espiritualidade
É  única via para a eternidade
Penhor maior de nossa salvação.

Padecimentos e vicissitudes,
Enfrentaremos com nossas virtudes,
Em contrita atitude de oblação.
Espíritos, de amor, sempre imbuídos,
Das graves faltas se verão  remidos
E se alçarão à celeste mansão.

Escritor e poeta de talento,
Da língua pátria ele faz instrumento
Da tão amada arte literária.
Poemas  escreveu, em profusão,
E seus livros demonstram  erudição
De uma densidade extraordinária.

Projetar a existência é temerário,
Mas que Caúmo chegue ao centenário
Na plenitude da  boa saúde.
Que ele alimente, sempre, na lembrança,
Um espírito alegre de criança
E da idade provecta, a juventude.

Sebastião Aires de Queiroz
13 de novembro de 2014.

A GRANDE FESTA (15/11/2014)

Agradeço mais que peço.
Deus fez da festa um sucesso.
Coisa que eu não esperava.
Eu nem sei o que dizer,
Mas queria agradecer
A todos que lá estavam.

Eu agradeço aos presentes,
Que ali estavam reverentes
Cheios de contentamento.
O que fiz a este senhor,
Fiz com carinho e amor,
Também por merecimento.

Octávio entrou em minha vida,
Após a triste partida
De uma grande companheira.
Mas só tenho a agradecer
Por podê-lo conhecer
Após uma vida inteira.

Que bom que cheguei a tempo
E também por um momento
Poder fazê-lo feliz;
De juntá-lo aos seus amigos,
Pois são todos tão queridos,
Algo que ele sempre quis.

Os seus belos 80 anos
Vividos sem desenganos
Alegraram muita gente.
Ele faz aniversário
E sendo octogenário
Ganhamos nós o presente.

Silvana Caúmo

 

PARABÉNS AO MESTRE OCTÁVIO CAÚMO

Salve o dia do grande jornalista,
Do exímio poeta pensador
Do fecundo filósofo e escritor
Mente fértil, sui generis sonetista.

Um MAHATMA querido, um altruísta,
Sua índole de espírito benfeitor,
Homem culto, QI superior:
Eis a síntese que vejo nesse artista.

Otimista na fé, alma sincera,
OITENTÃO nesta linda primavera
Festejada na paz e na harmonia,

PARABÉNS! Que seu sonho continue,
E que a luz desse amor se perpetue
Na beleza infinita deste dia.

Oliveira de Panelas

 

 

 

 

 

 

Anúncios