Poderia me informar seu endereço?
É claro. – Eu resido ali na esquina,
Logo após onde existe uma cortina,
Toda feita de paz como adereço!

A casa é muito mais do que mereço;
Bem ampla e seu telhado é de neblina,
O que, quando é calor, só me reanima
E me faz sentir bem com tanto apreço…

Minha casa é a rua, onde me interno,
Local onde os vizinhos são fraternos
E sempre, solidários; dão-me amor…

Sou feliz, disse ele, com o que tenho
Por isso que, ao deitar, eu me desenho
Embrenhado na luz do Criador!

Anúncios