Octávio Caúmo Serrano – 26/03/2017

Não quero só fingir que sou feliz,
Como disse o Raimundo em “MAL SECRETO”;
Pretendo para mim algo concreto
E não ter da alegria só o verniz!

Não vou sobreviver, como se diz,
Tal qual um descartável objeto;
Desejo oferecer do meu afeto,
Porque eu tenho em Deus minha Matriz…

Ninguém pode colher sem plantação,
Porque se toda ação gera reação,
Colher do que se planta é da ciência…

É certo que nem tudo é cor de rosa…
Que a sorte não é sempre venturosa,
Mas eu só quero é ter paz na consciência!…

Anúncios