Octávio Caumo Serrano – 23/4/2017

Que eu nunca abrace o nobre Espiritismo
Buscando simplesmente a sua teoria,
Mas que eu lute e combata, todo dia,
Meus resquícios de orgulho e de egoísmo!

Que jamais me embarace em fanatismo,
Pensando saber mais que a maioria,
Porque isso sempre gera uma apatia
Que nos leva ao desprezo do altruísmo.

Que eu possa estimular meu semelhante,
Para que ele prossiga confiante,
E não restrinja à esmola o meu apoio!

Que não me encante só a mediunidade,
Mas que eu dê valor sempre à caridade
Sabendo distinguir  trigo de joio…

Anúncios