Octávio Caumo Serrano 11/4/17

Onze horas. Mas antes de deitar,
Faço prece como agradecimento,
Por estar tão feliz neste momento
E por nada ter hoje a reclamar…

Estou calmo como as águas do mar
Nos dias que não há sopro de vento,
E agora, meditando muito atento,
Tendo paz, quero é mais comemorar…

Nesta idade, mantendo a lucidez,
Estou só festejando, a cada mês,
Meu tempo que já está muito avançado!

Por Deus me permitir ser tão coerente
E me dar vida longa de presente
Considero-me um ser abençoado…

Anúncios