Hoje no Centro Kardecista Os Essênios, no estudo de O Livro dos Espíritos, discutimos sobre a infância.
Quando os pais souberem a finalidade da infância nos seres humanos, serão educadores mais competentes, fazendo menos concessões e dizendo mais “nãos” que “sins”.  Não serão reféns do beicinho nem do choro sem lágrima com os quais a criança chantageia os adultos, porque conhece bem as suas fraquezas. Voltarão no tempo trocando os vídeos pornôs e os de mundo cão das redes sociais pelas fábulas de La Fontaine que ensinam sobre moral.  Deixamos registrado num soneto. É fraco, mas cumpre a finalidade.

A INFÂNCIA – 6/7/2017
Octávio Caúmo Serrano

Por que no homem a infância é mais comprida
E é tão rápida a infância do animal?
Será porque o bicho é irracional
E não se compromete ante a vida?

Como ele não tem carmas, não faz mal,
Luta apenas na busca da comida
Ou para defender-se e ter guarida,
Sempre de forma muito natural.

O homem que reencarna traz defeitos
E para corrigir os seus efeitos,
Ele tem de esquecer o seu passado…

Por isso que a infância é apropriada
Para mudar tendências arraigadas
E sair deste mundo aprimorado!

 

Anúncios