You are currently browsing the monthly archive for julho 2017.

Estamos assustados. As noticias são as piores. Mas embora mergulhados no Apocalipse, ninguém imagine que a nau está à deriva. O timoneiro segue no comando e o rumo nunca sofreu desvio, apesar do vigor das procelas.
Somos como peixe na mão do pescador. Ceva-nos e quando distraímos, arrasta-nos fisgados  ante a nossa fraqueza. Peixes graúdos ou miúdos terão a mesma sorte, segundo as águas em que nadem. Que tamanho temos nós e em que água mergulhamos?
O joio está sendo apartado do trigo… O trigo será aproveitado e o joio lançado fora; escolha o que quer ser! Corra porque os tempos estão se apressando! Já estamos na prorrogação!

DEPOIS DA TEMPESTADE 18/05/2017
Octávio Caúmo Serrano

Estamos precisando de reformas,
Pois tudo agora é só corrupção;
Mas não será fazendo outra eleição,
Que vamos restabelecer as normas…

A solução virá por outras formas,
Ditadas pelo Pai da Criação,
Porque virão por Sua “Revolução”
As mais definitivas plataformas…

O expurgo começou e só não vê
Quem é um distraído, igual você,
Que pensa que o homem manda em tudo…

Mas ao chegar a hora da verdade,
Diante dessa nova realidade,
Até o mais prepotentes fica mudo!…

Voltando do estudo no Centro Kardecista Os Essênios, agradecendo pela bênção da vida. Especialmente pelo dia de hoje!

Ninguém pode ser feliz diante da infelicidade; ninguém pode degustar seu manjar frente a uma criança faminta… Ou estamos todos bem ou todos vamos sofrer.
No dia que entendermos o significado das lições do Evangelho nossos sofrimentos terminarão. Quando acreditarmos que as virtudes beneficiam o virtuoso primeiro, assim como os defeitos prejudicam antes os seus portadores, teremos mais interesse em perdoar e banir a mágoa do nosso pensamento. Uma higiene espiritual.
Francisco, o de Assis, já advertiu que é perdoando que se é perdoando e que amando é que se é amado. Perdoado e amado por quem? Por nós mesmos, é evidente. Nós somos o nosso maior algoz.  Ninguém fica irritado com o outro sem irritar a si mesmo.
Por que algo tão simples é tão difícil de ser entendido? E estão aí as raízes de todos os infortúnios. Duvidam? Façam o teste. Se do jeito que vivemos não está dando certo, tentemos algo novo. Vale pela experiência. Use mais o perdão, a paciência e a solidariedade.
Dá um trabalho danado!… É de lenta execução. Mas no fim, podem crer, vale à pena.

QUEM DÁ RECEBE – 17/5/2017
Octávio Caúmo Serrano

Se eu faço o bem a alguém, o outro me diz:
– Deus lhe pague; e que Ele o abençoe,
Que as suas faltas também sempre perdoe,
Para que venha a ser muito feliz!…

Quem segue o Cristo em sua diretriz
E o que tem de melhor isso é o que doe,
Que nem ante o inimigo se magoe
Aceitando seus erros, sem ser juiz,

Se sente sempre em paz, porque a doação
Nos engrandece a alma e o coração,
Livrando-nos das farsas dos engodos…

E já que Deus me deu, como presente,
Recursos, eu ajudo muita gente,
Porque enquanto um chorar, choramos todos!…

27/5/2017
Octávio Caumo Serrano

Quem pensa que é eleito pelo povo
Para, logo em seguida, descartá-lo,
Logo há de cair do seu cavalo
Para ser depois frito como um ovo…

E quem quiser fazer tudo de novo,
Pensando que Deus há de suportá-lo,
Não tem da luz do Pai sequer um halo,
Porque vai ser expulso como estorvo.

É Deus quem põe o homem no poder
E lá só fica enquanto merecer,
Pois desligá-lo é a coisa mais comum…

A história guarda fatos registrados
De homens que depois de consagrados,
Sumiram sem deixar sinal nenhum!

Calma meu povo! Está tudo sob controle!
O homem só dá seu voto na urna. Quem elege é Deus. E quando dá oportunidade a quem não sabe usar, Ele tira do cenário. Quantos ganham, mas não levam. Quantos desaparecem na imensidão da natureza e nem um simples ataúde passam a merecer, para que não sejam adorados em santuários indevidos. Posam de íntegros e são desonestos, camuflando seus erros e criticando falhas alheias. Nunca ouviram o que disse Jesus: – Quem estiver sem pecado, que atire a primeira pedra.
Alguns são nomes de praças, ruas ou cidades e outros têm estátuas suntuosas, mas nem valem o pedestal. Se pudéssemos ver o estado de suas almas, corroendo-se em remorsos no Além, teríamos piedade deles. Aqui são chamados heróis, mas no plano da verdade não passam de pobres mendigos…

Octávio Caumo Serrano 11/4/17

Onze horas. Mas antes de deitar,
Faço prece como agradecimento,
Por estar tão feliz neste momento
E por nada ter hoje a reclamar…

Estou calmo como as águas do mar
Nos dias que não há sopro de vento,
E agora, meditando muito atento,
Tendo paz, quero é mais comemorar…

Nesta idade, mantendo a lucidez,
Estou só festejando, a cada mês,
Meu tempo que já está muito avançado!

Por Deus me permitir ser tão coerente
E me dar vida longa de presente
Considero-me um ser abençoado…

DIRETAS JÁ!

Amador Bueno da Veiga, chamado o Cabo-Mor dos Paulistas, foi convocado pelo governo da província como vereador em “defensa” da Pátria na luta com os Emboabas, sem nenhuma remuneração e não pode recusar o convite, porque era um cargo altamente honroso e maior que qualquer salário que pudesse receber.

Será que haveria alguém com esse ideal para presidir nosso país, sem envolver-se em corrupção, mutreta ou qualquer tipo de desonestidade? Pode ser homem ou mulher. Não. Não creio. Mas vamos tentar pôr um anúncio na mídia. Nunca se sabe!

ANÚNCIO – 7/7/2017
Octávio Caúmo Serrano

Precisamos de alguém com integridade
Que aceite governar nosso país
E lhe dê uma segura diretriz,
Mas prometa prezar a honestidade!…

Que priorize o direito à sociedade
De viver otimista e ser feliz,
Como esse povo ordeiro sempre quis:
Andar em segurança e liberdade.

Só se exige que seja alguém honesto
E dê valor à honra mais que ao resto,
O que já não se vê nos atuais,

Essa corja de gente equivocada,
Que de hombridade não entenda nada,
Embora se digam “vultos nacionais”!

Boa noite!

 

Lembrei-me de um amigo e fiz este soneto.
A maior ingratidão é a que cometem os filhos contra seus pais. Mesmo que nada mais lhe devam, devem-lhes a bênção da vida. Desprezá-los ou abandoná-los é um ato vil. Por menos que façam por merecer, isso nunca se justifica! Santo Agostinho explica no capítulo XIV, item 9, de O Evangelho Segundo o Espiritismo.

BOM DOMINGO

AMOR DE VERDADE – 18/06/2017
Octávio Caúmo Serrano

Chego até a emocionar-me quando vejo
A mãe e o filho muito enamorados;
Ela velhinha e, cheio de cuidados,
Ele, a abraçá-la, lhe oferece um beijo!

Durante o almoço, às vezes, tenho o ensejo
De ver, o que nos deixa emocionados,
Os velhos pelos filhos amparados,
Porque vê-los felizes é o desejo!

Esse gesto é de amor e de lembrança,
Dos tempos em que nós somos criança
Precisando de alguém que nos afague…

Voltando ao tempo em que era o seu filhinho,
Agora retribui todo o  carinho,
Dizendo-lhe, em silêncio: DEUS LHE PAGUE!

 

A imagem acima é um risco para pintura em óleo sobre tela, de Leonardo da Vinci.
Boletim Informativo "Tribuna Literária"
julho 2017
S T Q Q S S D
« abr   ago »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Leituras

  • 58.821 poetas

Entre com seu email para assinar este blog e receber notificações de novos artigos postados.

Junte-se a 31 outros seguidores