You are currently browsing the monthly archive for fevereiro 2017.

Estava fazendo a barba para ir almoças e tive que interromper para registrar no PC este versinho. São 12h40. Terminado o soneto, vou comer!

Octávio Caúmo Serrano -18/02/2017

Se você chegou nesta encarnação
Tendo o trauma da esterilidade,
Saiba que não lhe veio por  maldade,
Nem para amargurar seu coração…

Quem sabe no passado, em algum rincão,
Você era rica e com fertilidade,
Mas queria curtir a mocidade
E esqueceu-se da sua programação.

Porém não se preocupe; adote alguém;
Você pode ser mãe assim também,
Pois o amor vale mais que dar à luz!…

Até as adoções são programadas,
Com base nas nossas  vidas passadas
E têm também as bênçãos de Jesus!

 

Anúncios

Aproveitando o almoço, entre uma garfada e outra, para fazer poemas!
As ideias chegam e devem ser registradas. Se forem tolas, cairão no esquecimento. Se forem úteis, podem beneficiar alguém que está magoado!

UM ABORTO NATURAL
Octávio Caúmo Serrano – 18/02/2017

Se o bebê que gestavas foi embora,
Desprezou teu amor e teu abrigo,
Desistiu esta vez de estar contigo,
É porque inda não estava na sua hora!…

Se não ficou ele ao teu lado agora,
Deixando-te chorosa, ao desabrigo,
Quem sabe ele não seja um inimigo
De alguma encarnação vivida outrora!

Precisa de mais tempo. Tem vergonha
De ser trazido em voo da cegonha
E ter de te enfrentar. Mas fique calma;

Já, já ele supera esse passado
E mesmo estando muito envergonhado
Vai querer ver-se unido à tua alma!…

Octávio Caúmo Serrano – 17/2/2017

Eu entendo que a origem das doenças
Jamais está no corpo, mas na alma…
E enquanto não se cumpre todo o carma,
O mal nunca se extingue. É a minha crença!

Porém, vivemos com indiferença,
Perdendo facilmente a nossa calma,
Criando a cada dia um novo trauma,
Gerando novos males por sentença!…

O câncer, dizem que chega por que
A célula entristece e faz com que
Se esvaia o que é saúde natural…

Por isso é que a renúncia desprendida
É o maior entre os bálsamos da vida,
Porque é o remédio para todo mal!

A FAXINA
Octávio Caúmo Serrano – 6/2/2017

Aquele que por si tem autoestima,
Aplique o mais que possa no perdão.
Para ter serenado o coração,
Promova sempre n´alma uma faxina!

Tristeza acumulada, a oração
Ajuda a eliminar de sua rotina;
Mas o perdão é uma matéria prima
Que é vital para a sua evolução…

Expulse cada mágoa que acumula,
Senão o seu caráter se macula
Devido ao azedume que o maltrata…

Cultive a sua consciência bem tranquila,
Pois senão essa dor o aniquila,
Já que veneno de ódio também mata!…

Pensemos muito sobre o nosso conjeturar; pensemos dezenas de vezes mais antes de falar; centenas mais ainda antes de agirmos. Vamos nos poupar de muita tristeza e peso na consciência!

LEVIANDADES
Octávio Caúmo Serrano – 15/2/2017

O ônus da traição cabe ao traidor;
Pois guarda nele a mácula do erro,
Embora o outro tenha o seu desterro,
Porque fica infeliz, com mágoa e dor!

Mas quem se faz fiel no seu amor,
Não leve o desespero ao seu enterro,
Nem fique escravizado a algum emperro;
Liberte-se, sorria, faça o que for!…

Por um minuto só de invigilância,
Traído, às vezes, pela circunstância,
Alguém dá um passo em falso; igual suicida;

Depois, cobrado que é pela moral,
Compreende que esse gesto foi banal,
Mas tem de carregá-lo pela vida!

A imagem acima é um risco para pintura em óleo sobre tela, de Leonardo da Vinci.
Boletim Informativo "Tribuna Literária"
fevereiro 2017
S T Q Q S S D
« nov   mar »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728  

Leituras

  • 54,802 poetas

Entre com seu email para assinar este blog e receber notificações de novos artigos postados.

Junte-se a 27 outros seguidores